sábado, 5 de dezembro de 2009

CONGRESSO DAS CORES

NARRADOR: Certa vez, num reino encantado, num dia muito especial, a aquarela convocou todas as cores para um congresso.
AQUARELA: Neste dia tão especial, vocês estão sendo convocados para um grande congresso. Venham todas, pois o tema deste congresso é muito importante: é a VIDA, os dons e talentos que temos, a maravilha de sermos diferentes e complementares. Declaro aberta esta solenidade.
NARRADOR: Tendo ouvido o " discurso" de abertura, todas as cores se sentaram e com suas características e tonalidades próprias se acomodara, enquanto aguardavam ansiosas pelo primeiro conferencista.
....Eis que o congresso se inicia....
O AMARELO foi o primeiro a falar, e com todo o respeito foi logo dizendo que:
AMARELO: Viver é saber distribuir apertos de mãos a todos que encontramos, pois a discriminação é um grande mal social( distribuir aperto de mãos ).
NARRADOR: O AZUL logo se levantou dizendo que em sua opinião...
AZUL: Viver é saber sorrir em qualquer situação, é cultivar o bom humor, a alegria...( distribui sorrisos...)
NARRADOR: Não demorou muito e o VERDE se levantou, pronunciando-se solenemente...
VERDE: Minhas amigas, o sentido da vida está na esperança, que faz você abraçar as pessoas desejando a elas todo bem, com um simples gesto de bem querer, sem hipocrisia, sem formalidades, sem inimizades( distribui abraços ).
NARRADOR: Cheio de charme surgiu o BRANCO, dizendo que...
BRANCO: Os olhos são o espelho da alma, e que o mais importante era saber ensinar olhar o outro com ternura. ( sair olhando com ternura ).
NARRADOR: O branco foi muito aplaudido. Muito tímida e discreta chegou a ROSA, que ousando falar em público, afirmou..
ROSA: Na nossa opinião, viver, dar sentido a vida, é saber ouvir o outro. E sair sussurando baixinho: minha amiga, meu amigo, eu quero escutar você.( saem falando eu quero escutar você...)
NARRADOR: Eis que o LARANJA , todo faceiro, que já não se aguentava mais quieto, pois sempre queria falar sem ser sua vez, finalmente pode dizer empolgado e categórico...
LARANJA: Ora, minhas amigas, o mais importante na nossa vida e na nossa cultura é ser amigo, perdoar, acolher, ensinar e exclamar a todo instante, em gestos, palavras e no coração: EU ADORO VOCÊ!( SAEM DIZENDO: EU ADORO VOCÊ )
NARRADOR: De repente, um vento muito forte, muito forte soprou, soprou... Soprou tanto que as cores já estavam quase perdendo o brilho. Todas morreriam, se não tivessem se unido num grande círculo, cores fracas, cores fortes, cores comuns, cores exóticas, cores de todos os tipos, unidas para resistirem aquele vento repentino, que iria embora.
E O VENTO SE FOI...
E O PERIGO PASSOU...
QUE ALEGRIA...
Amigos e amigas! O aperto de mão, o sorriso, o carinho, tudo isso é muito importante e faz um conjunto de talentos que forma uma linda aquarela em nosso reino. Mas nenhuma de nós seria importante sozinha. Nenhuma de nós seria importante se não soubesse olhar e valorizar a vida, o ser, a cor da outra.
Nossas diferenças nos fazem mais belas. Nosso conjunto nos torna invencíveis. Sejam felizes queridas cores, e não se esqueçam: é no conjunto que as cores se tornam mais belas!

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

ESCOLA DE VENÂNCIO DIFUNDE O HÁBITO DO CHIMARRÃO












Uma escola improvisada em um ônibus ou mesmo em pequenos galpões crioulos montados em feiras, supermercados e outros locais percorre os quatro cantos do Brasil e até outros países para difundir um dos principais hábitos dos gaúchos, o chimarrão.
Trata-se do Instituto Escola do Chimarrão, de Venâncio Aires, que possui a agenda lotada para eventos da Semana Farroupilha até 2013.
Durante toda a semana passada, as atividades ocorreram em Porto Alegre. Na segunda-feira, a escola participou do Fórum Legislativo da Copa do Mundo de Futebol, na Assembleia Legislativa. Terça e quarta-feira, o ônibus foi ao Acampamento Farroupilha, no Parque da Harmonia.
Na sexta-feira, um minigalpão foi montado no Supermercado Carrefour de Canoas. Ontem e hoje, as formas de preparo da bebida são expostas no Carrefour da avenida Bento Gonçalves, na Capital. A Escola do Chimarrão é um projeto cultural desenvolvido em 1998 por uma indústria ervateira. Hoje é uma das entidades que mais divulga o nome de Venâncio Aires no Brasil. Localizada em Linha Travessa, interior do município, em 2004, registrou-se como Organização Não Governamental (ONG). Um ônibus doado pela Polícia Federal foi transformado na escola itinerante. Além das 36 formas diferentes de cevar um mate, a entidade propaga a importância do hábito para a socialização das pessoas e a saúde. No ano passado, 279 mil pessoas participaram das aulas.
Segundo o diretor executivo da escola, Pedro José Schwengber, 3 milhões de pessoas puderam observar o ônibus nos eventos. Na 17ª edição da Expotchê, em Brasília, em junho, a escola foi um dos diferenciais entre as atividades do RS e teve a visita de 220 mil pessoas, destacou Schwengber.
O evento registrou visitantes de 76 cidades gaúchas, 24 estados e 15 países. Para 2010, a escola já tem agendados 26 eventos.
A Escola do Chimarrão tem por princípios o resgate da cultura da erva-mate, baseada na temática dos 500 anos do chimarrão; o aspecto social do hábito, que funciona como uma magia que integra as pessoas; a difusão da erva-mate como planta de propriedades medicinais benéficas ao ser humano e, ainda, o mate como uma obra de arte, apresentada para o consumo em 36 modelos diferentes.
O contato com jovens e crianças fez com que a equipe de trabalho desenvolvesse um projeto orientado contra o uso de drogas.
Em Linha Travessa, na sede da escola, os visitantes podem conhecer uma indústria ervateira, aspectos históricos e medicinais sobre a erva-mate e o chimarrão, entre outras atividades. Informações pelo e-mail: pedro@escoladochimarrao.com.br. O Núcleo de Cultura de Venâncio Aires do município conhecido como a Capital Nacional do Chimarrão pretende registrar a bebida como um patrimônio nacional junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).
Até o final do ano, o resultado das pesquisas para o projeto Patrimônio Imaterial do Chimarrão: O Chá da Amizade deverá ser encaminhado para o Departamento de Patrimônio Imaterial do Iphan. A proposta tem a aprovação do Ministério da Cultura e o patrocínio da Petrobras.
Os estudos, iniciados há dois anos, envolvem uma equipe de cinco pesquisadores. Segundo sua coordenadora, Angelita da Rosa, o projeto envolve enfoques antropológicos, biológicos, farmacológicos, históricos, entre outros, e trata da reconstrução histórica da produção ervateira para Venâncio Aires e para o Estado, dos processos de beneficiamento da erva-mate e das formas variadas de confecção do chimarrão. O material terá DVDs, CDs interativos, livretos e banners educativos.
36 TIPOS DE MATE:
Saúde (elaborado com chás),
Toca de Tatu,
Copa,
Furo Alto,
China Pobre (cevado com pouca erva),
Da Praia (socado para não voar erva),
Do Carro (com capa para não virar),
Repartido,
Quadrado,
Triângulo,
Tapado,
Ferradura,
Invertido,
Do Prego,
Meia-lua,
Engrenagem,
Estrela,
Ninho,
Apaixonado,
Escavado,
Vulcão,
Roda de Carreta (no qual a bomba faz o papel do eixo),
Flor,
Formigueiro,
Primavera,
Homenagem (traz a inscrição Fenachim),
Mate Amargo,
Mate Doce,
Achego,
Tradicional,
De Canhoto,
Tradicional Sem Topete,
Tererê (feito em cuia de taquara, madeira ou guampa),
Poço,
Ponte,
Gaúcho Macho (servido através da bomba)
Fonte: http://escoladochimarrao.blogspot.com/2009/08/historia-do-chimarrao.html

quinta-feira, 9 de julho de 2009

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

MINHAS PRODUÇÕES PARA A CHEGADA DO 1º NETO

Meu netinho ÁLVARO MIGUEL nasce no mes de maio deste ano, e como sou uma avó muito coruja tricotei estes casaquinhos. Adoro fazer arte como: crochê, bordados, pinturas.



Este foi o primeiro que fiz.....por sinal muito lindo, hehehehehe...





domingo, 21 de dezembro de 2008

Mensagem de Natal e Ano Novo

Um momento doce e cheio de significado para as nossas vidas.
É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca.
É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações.
É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui.
Noite cristã, onde a alegria invade nossos corações trazendo a paz e a harmonia.
O Natal é um dia festivo e espero que o seu olhar possa estar voltado para uma festa maior, a festa do nascimento de Cristo dentro de seu coração.
Que neste Natal você e sua família sintam mais forte ainda o significado da palavra amor, que traga raios de luz que iluminem o seu caminho e transformem o seu coração a cada dia, fazendo que você viva sempre com muita felicidade.
Também é tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho para uma vida cada vez mais feliz.
Teremos outras 365 novas oportunidades de dizer à vida, que de fato queremos ser plenamente felizes.
Que queremos viver cada dia, cada hora e cada minuto em sua plenitude, como se fosse o último.
Que queremos renovação e buscaremos os grandes milagres da vida a cada instante.
Todo Ano Novo é hora de renascer, de florescer, de viver de novo.
Aproveite este ano que está chegando para realizar todos os seus sonhos!
FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO PARA TODOS!

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

RECEITAS DA VIDA

INGREDIENTES:

FAMÍLIA: É aqui que tudo começa.
AMIGOS: Nunca deixe faltar.
RAIVA: Se existir, que seja pouca.
PACIÊNCIA: A maior possível.
LÁGRIMAS: Enxugue todas.
SORRISOS: Os mais variados.
PAZ: Em grande quantidade.
PERDÃO: À vontade.
DESAFETOS: Se possível, nenhum.
ESPERANÇA: Não perca jamais.
CORAÇÃO: Quanto maior, melhor.
AMOR: Pode abusar.
CARINHO: Essencial.


MODO DE PREPARO:

Reúna a sua família e os seus amigos.
Esqueça os momentos de raiva e desespero passados.
Se precisar, use toda a sua paciência.
Enxugue as lágrimas e as substitua por sorrisos.
Junte a paz e o perdão e ofereça a seus desafetos.
Deixe a esperança crescer no seu coração.

Nem sempre os ingredientes da vida são gostosos, portanto saiba misturar todos os temperos que ela oferece, e faça dela um prato de raro sabor...
Utilize essa receita passo a passo.
O único efeito colateral que poderá causar é a FELICIDADE!!

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

FAZENDA DO SOCORRO

No tempo em que esta terra do Rio Grande do Sul ainda era o ¿Continente¿ de Erico Verissimo, a fazenda do Socorro em Vacaria foi o caminho das tropas de gado e mulas que iam das vacarias das Missões para a feira de Sorocaba em São Paulo. Alimento e transporte para os bandeirantes que sonhavam com o ouro e as pedras das Gerais.
O primeiro proprietário foi um destes paulistas, um tropeiro chamado Bradenburgo, que a recebeu como Sesmaria. Deste tempo, por volta de 1770, se conserva a casa da sede em sua construção original em madeira das florestas de araucária dos Campos de Cima da Serra. Depois dele, a história da propriedade ganha ares novelescos, pontuada por disputas de herança, testamento roubado e mortes misteriosas. Em 1902, já nas mãos da família Noronha, a história da Fazenda muda de rumo. Com a riqueza gerada pela atividade pecuária, a Fazenda do Socorro se transforma. Incorpora os hábitos dos novos donos, altera seu perfil arquitetônico e inova no seu modelo de produção.
Roteiro e direção: Saturnino Rocha
Fotografia: Carlos Mattos, com imagens de Fernando Rech
Trilha sonora: Jean Presser
Narração: João Ubiratan Vieira


Autor: RBS TV RS
Publicado em: 14/04/08

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa


Por Marília Mendes

Alfabeto
Nova Regra: O alfabeto é agora formado por 26 letras
Regra Antiga: O "k", "w" e "y" não eram consideradas letras do nosso alfabeto
Como Será: Essas letras serão usadas em siglas, símbolos, nomes próprios, palavras estrangeiras e seus derivados. Exemplos: km, watt, Byron, byroniano
Trema
Nova Regra: Não existe mais o trema em língua portuguesa. Apenas em casos de nomes próprios e seus derivados, por exemplo: Müller, mülleriano
Regra Antiga: agüentar, conseqüência, cinqüenta, qüinqüênio, frqüência, freqüente, eloqüência, eloqüente, argüição, delinqüir, pingüim, tranqüilo, lingüiça
Como Será: aguentar, consequência, cinquenta, quinquênio, frequência, frequente, eloquência, eloquente, arguição, delinquir, pinguim, tranquilo, linguiça.
Acentuação
Nova Regra: Ditongos abertos (ei, oi) não são mais acentuados em palavras paroxítonas.
Regra Antiga: assembléia, platéia, idéia, colméia, boléia, panacéia, Coréia, hebréia, bóia, paranóia, jibóia, apóio, heróico, paranóico.
Como Será: assembleia, plateia, ideia, colmeia, boleia, panaceia, Coreia, hebreia, boia, paranoia, jiboia, apoio, heroico, paranóico.

OBS 1.: Nos ditongos abertos de palavras oxítonas e monossílabas o acento continua: herói, constrói, dói, anéis, papéis.
OBS 2.: O acento no ditongo aberto "eu" continua: chapéu, véu, céu, ilhéu.

Nova Regra: O hiato "oo" não é mais acentuado.
Regra Antiga: enjôo, vôo, corôo, perdôo, côo, môo, abençôo, povôo.
Como Será: enjoo, voo, coroo, perdoo, coo, moo, abençoo, povôo.

Nova Regra: O hiato "ee" não é mais acentuado.
Regra Antiga: crêem, dêem, lêem, vêem, descrêem, relêem, revêem.
Como Será: creem, deem, leem, veem, descreem, releem, revêem.

Nova Regra: Não existe mais o acento diferencial em palavras homógrafas.
Regra Antiga: pára (verbo), péla (substantivo e verbo), pêlo (substantivo), pêra (substantivo), péra (substantivo), pólo (substantivo).
Como Será: para (verbo), pela (substantivo e verbo), pelo (substantivo), pera (substantivo), pera (substantivo), polo (substantivo).

OBS: O acento diferencial ainda permanece no verbo "poder" (3ª pessoa do Pretérito Perfeito do Indicativo - "pôde") e no verbo "pôr" para diferenciar da preposição "por".

Nova Regra: Não se acentua mais a letra "u" nas formas verbais rizotônicas, quando precedido de "g" ou "q" e antes de "e" ou "i" (gue, que, gui, qui).
Regra Antiga: argúi, apazigúe, averigúe, enxagúe, enxagúemos, obliqúe.
Como Será: argui, apazigue,averigue, enxague, ensaguemos, obliqúe.

Nova Regra: Não se acentua mais "i" e "u" tônicos em paroxítonas quando precedidos de ditongo.
Regra Antiga: baiúca, boiúna, cheiínho, saiínha, feiúra, feiúme.
Como Será: baiuca, boiuna, cheiinho, saiinha, feiura, feiume.

Hífen
Nova Regra: O hífen não é mais utilizado em palavras formadas de prefixos (ou falsos prefixos) terminados em vogal + palavras iniciadas por "r" ou "s", sendo que essas devem ser dobradas.
Regra Antiga: ante-sala, ante-sacristia, auto-retrato, anti-social, anti-rugas, arqui-romântico, arqui-rivalidae, auto-regulamentação, auto-sugestão, contra-senso, contra-regra, contra-senha, extra-regimento, extra-sístole, extra-seco, infra-som, ultra-sonografia, semi-real, semi-sintético, supra-renal, supra-sensível.
Como Será: antessala, antessacristia, autorretrato, antissocial, antirrugas, arquirromântico, arquirrivalidade, autorregulamentação, contrassenha, extrarregimento, extrassístole, extrasseco, infrassom, inrarrenal, ultrarromântico, ultrassonografia, suprarrenal, suprassensível.

OBS: Em prefixos terminados por "r", permanece o hífen se a palavra seguinte for iniciada pela mesma letra: hiper-realista, hiper-requintado, hiper-requisitado, inter-racial, inter-regional, inter-relação, super-racional, super-realista, super-resistente etc.

Nova Regra: O hífen não é mais utilizado em palavras formadas de prefixos (ou falsos prefixos) terminados em vogal + palavras iniciadas por outra vogal.
Regra Antiga: auto-afirmação, auto-ajuda, auto-aprendizagem, auto-escola, auto-estrada, auto-instrução, contra-exemplo, contra-indicação, contra-ordem, extra-escolar, extra-oficial, infra-estrutura, intra-ocular, intra-uterino, neo-expressionista, neo-imperialista, semi-aberto, semi-árido, semi-automático, semi-embriagado, semi-obscuridade, supra-ocular, ultra-elevado.
Como Será: autoafirmação, autoajuda, autoaprendizabem, autoescola, autoestrada, autoinstrução, contraexemplo, contraindicação, contraordem, extraescolar, extraoficial, infraestrutura, intraocular, intrauterino, neoexpressionista, neoimperialista, semiaberto, semiautomático, semiárido, semiembriagado, semiobscuridade, supraocular, ultraelevado..

OBS 1.: Esta nova regra vai uniformizar algumas exceções já existentes antes: antiaéreo, antiamericano, socioeconômico etc.
Obs 2.: Esta regra não se encaixa quando a palavra seguinte iniciar por "h": anti-herói, anti-higiênico, extra-humano, semi-herbáceo etc.

Nova Regra: Agora utiliza-se hífen quando a palavra é formada por um prefixo (ou falso prefixo) terminado em vogal + palavra iniciada pela mesma vogal..
Regra Antiga: antiibérico, antiinflamatório, antiinflacionário, antiimperialista, arquiinimigo, arquiirmandade, microondas, microônibus, microorgânico.
Como Será: anti-ibérico, anti-inflamatório, anti-inflacionário, anti-imperialista, arqui-inimigo, arqui-irmandade, micro-ondas, micro-ônibus, micro-orgânico.

OBS 1.: Esta regra foi alterada por conta da regra anterior: prefixo termina com vogal + palavra inicia com vogal diferente = não tem hífen; prefixo termina com vogal + palavra inicia com mesma vogal = com hífen.
OBS 2.: Uma exceção é o prefixo "co". Mesmo se a outra palavra inicia-se com a vogal "o", NÃO utiliza-se hífen.

Nova Regra: Não usamos mais hífen em compostos que, pelo uso, perdeu-se a noção de composição.
Regra Antiga: manda-chuva, pára-quedas, pára-quedista, pára-lama, pára-brisa, pára-choque, pára-vento.
Como Será: mandachuva, paraquedas, paraquedista, paralama, parabrisa, pára-choque, paravento.

OBS: O uso do hífen permanece em palavras compostas que não contêm elemento de ligação e constitui unidade sintagmática e semântica, mantendo o acento próprio, bem como naquelas que designam espécies botânicas e zoológicas: ano-luz, azul-escuro, médico-cirurgião, conta-gotas, guarda-chuva, segunda-feira, tenente-coronel, beija-flor, couve-flor, erva-doce, mal-me-quer, bem-te-vi etc.

Observações Gerais
O uso do hífen permanece: 1. Em palavras formadas por prefixos "ex", "vice", "soto"
Exemplos: ex-marido, vice-presidente, soto-mestre.
2. Em palavras formadas por prefixos "circum" e "pan" + palavras iniciadas em vogal, M ou N.
Exemplos: pan-americano, circum-navegação.
3. Em palavras formadas com prefixos "pré", "pró" e "pós" + palavras que tem significado próprio.
Exemplos: pré-natal, pró-desarmamento, pós-graduação.
4. Em palavras formadas pelas palavras "além", "aquém", "recém", "sem".
Exemplos: além-mar, além-fronteiras, aquém-oceano, recém-nascidos, recém-casados, sem-número, sem-teto.

Não existe mais hífen: Em locuções de qualquer tipo (substantivas, adjetivas, pronominais, verbais, adverbiais, prepositivas ou conjuncionais).
Exemplos: cão de guarda, fim de semana, café com leite, pão de mel, sala de jantar, cartão de visita, cor de vinho, à vontade, abaixo de, acerca de etc.
Exceções: água-de-colônia, arco-da-velha, cor-de-rosa, mais-que-perfeito, pé-de-meia, ao-deus-dará, à queima-roupa.

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

JOGOS E BRINCADEIRAS DE ANTIGAMENTE

JUSTIFICATIVA:
Hoje as crianças só pensam em brincar de videogames, jogos eletrônicos, computadores. As brincadeiras tempos atrás eram bem mais divertidas e além de tudo muito saudáveis e criativas. Brincar de Bolinhas de Gude, Carrinhos de rolimãs, pega-pega, passa- anel, roda pião, soltar pipa, pular corda eram brincadeiras de antigamente. Mas hoje não se vê mais as crianças fazendo essas brincadeiras. A tecnologia e também a violência restringiram as brincadeiras e fazendo que as crianças fiquem horas e horas na frente do computador ou mesmo da televisão.Jogos eletrônicos estão sendo o meio mais utilizado pelas crianças e jovens. Ficam ocupados em passar fases e vencer obstáculos, disputar corridas alucinantes.Tudo isto sem a criança sair do lugar, ficando assim a cada dia mais no sedentarismo. Pensando nisto, nós professoras do curso de multiplicadoras/2008 da Escola Ione Campos dos Santos resolvemos resgatar as brincadeiras e jogos da nossa cultura popular inserindo essas brincadeiras, que são de suma importância para o desenvolvimento físico da criança. Estes jogos e brincadeiras são atividades que poderão ser compartilhadas até com seus familiares, colegas e amigos de sua comunidade.
O brincar e o jogar são atos indispensáveis à saúde física, emocional e intelectual e sempre estiveram presentes em qualquer povo desde os mais remotos tempos. Através deles, a criança desenvolve a linguagem, o pensamento, a socialização, a iniciativa e a auto-estima, preparando-se para ser um cidadão capaz de enfrentar desafios e participar na construção de um mundo melhor.
Este projeto envolverá um conjunto de fatores que devem existir para uma vida melhor e saudável. Isso é, que para se ter uma boa qualidade de vida, é necessário mudança de comportamento, vivência de novos valores, disciplina, respeito mútuo, atenção a saúde, solidariedade, entre muitos outros.

OBJETIVOS:
Resgatar valores, socializar brincadeiras que eram realizadas no passado, ampliar seu círculo de brincadeiras, tornar as crianças mais solidários e participativas, incentivar o trabalho de equipe.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:
Competições de brincadeiras ( Corrida do Saco, Corrida da batata na colher, Dança das cadeiras, Taco, Amarelinha, Batata
Quente, Cabo de Guerra, Pé de Lata, Elástico, Peteca, Queimada, etc );
Reconhecer semelhanças e diferenças da criança de hoje e de outros tempos;
Identificar o cotiadiano de uma criança nos tempos atuais;
Pesquisar com as crianças, quais brincadeiras que mais gostam;
Descobrir as principais manifestações folclóricas em nosso país;
Confeccionar de Pipas ( a mais engraçada, Original, Diferente );
Identificar e reconhecer Músicas Folclóricas,cirandas;
Utilizar Trava-Línguas, parlendas;
Resgatar jogos, canções, danças de rodas e brincadeiras de antigamente.

METODOLOGIA e ESTRATÉGIAS:
Material didático
Livros de histórias
Gravuras e Cartazes
Textos e leituras variadas
Atividades xerocopiadas e dirigidas
Criações diversas
Vídeos
Pesquisa com pais, familiares, visinhanças sobre brincadeiras/jogos do tempo deles em criança;
Diálogos e relatos
Músicas
Recreações, jogos e brincadeiras

CONTEÚDOS:
Uso da linguagem oral para conversar e expressar idéias e opiniões;
Leitura de pequenos textos como: Trava-Línguas, Parlendas, Canções,etc;
Cantigas, danças de roda, brincadeiras antigas e brinquedos utilizados pelos nossos pais e avós;
Participação em jogos, brincadeiras de antigamente;
Participação nos jogos.

AVALIAÇÃO:
Acontecerá no decorrer do processo através da observação e execução das atividades aplicadas( com alunos da Pré Escola, do Currículo-1ª a 4ª série; 1º e 2º anos nas aulas de Educação Física, pelos professores titulares da turma juntamente com a professora parceira( Isabel), mais as multiplicadoras (Yeda-Marcia - Rosemeri ). O presente projeto será aplicado na primeira e segunda semana de outubro.

É através das crianças que se perpetuam as brincadeiras tradicionais, sendo, estas, preservadas e recriadas a cada nova geração. Portanto, resgatar a tradição das brincadeiras é uma forma de ampliar o universo lúdico e cultural das crianças, além de promover uma interação com outras gerações. Assim como nossos pais e avós, com certeza temos uma história pra contar sobre nossos brinquedos prediletos e uma brincadeira a ensinar.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

sábado, 19 de julho de 2008

CARINHO QUE RECEBI DAS COLEGAS DE ESCOLA NO JANTAR DE CONFRATERNIZAÇÃO DEVIDO MINHA APOSENTADORIA!!!!

















Descobri que amar é importante,
Que sonhos podem se tornar realidade,
Que ter amigos é um previlégio,
Que ser fiel é um compromisso,
Que sofrer faz parte da vida,
Que um olhar vale mais que mil palavras
Que chorar faz bem...
Que somos importantes para a vida de alguém,
Que cada dia é um ponto de partida,
Que devemos viver cada minuto como se fosse o último,
Que verdadeiros sentimentos perduram por uma eternidade,
Que somos felizes quando amamos,
Que viver é essencial,
Que é lutando que chegamos aos nossos objetivos,
Que a felicidade se procura, mas não se espera...
Que podemos ver além dos horizontes,
Quem semeia esperança nos caminhos das pessoas colhe o amor e
paz nos caminhos da vida.

Que você colha muito amor e muitas alegrias em todos os dias de sua vida.

Com carinho,
colegas da Escola Ione Campos dos Santos-Julho/2008

segunda-feira, 14 de julho de 2008

_________Muita lu____________Muita luz
______Muita luz amig_______Muita luz amigas
____Muita luz amigas bl___Muita luz amigas bl
___Muita luz amigas blogueirasMuita_______Muit
__Muita luz amigas blogueirasMuita_________Muit
_Muita luz amigas blogueirasMuita luz_______Muit
_Muita luz amigas blogueirasMuita luz ami______M
Muita luz amigas blogueirasMuita luz amigas __Mui
Muita luz amigas blogueirasMuita luz amigas blo_M
Muita luz amigas blogueirasMuita luz amigas blogu
Muita luz amigas blogueirasMuita luz amigas blogu
_Muita luz amigas blogueirasMuita luz amigas blo
__Muita luz amigas blogueirasMuita luz amigas b
____Muita luz amigas blogueirasMuita luz amiga
______Muita luz amigas blogueirasMuita luz
_________Muita luz amigas blogueirasMuit
____________Muita luz amigas blogueir
______________Muita luz amigas blo
_________________Muita luz ami
___________________Muita luz
_____________________Muita
______________________Muit
_______________________Mu

terça-feira, 1 de julho de 2008

sexta-feira, 27 de junho de 2008

TUDO PASSA......

Certo dia um sacerdote percebeu a seguinte frase em um pergaminho pendurado aos pés da cama de seu mestre:
" ISSO TAMBÉM PASSA."
e com a curiosidade inerente de cada ser humano resolveu perguntar:
Mestre, o que significa essa frase em cima de sua cama dizendo: "ISSO TAMBÉM PASSA"?
E o mestre sem titubear lhe respondeu:
A vida nos prega muitas peças, que podem ser boas ou não tão boas assim, mas tudo significa aprendizado.
Recebi esta mensagem de um ANJO PROTETOR num desses momentos de dor onde quase perdia a fé.
Ela é para que todos os dias antes de me levantar e de me deitar possa ler e refletir, para que quando tiver um problema, antes de me lamentar eu possa me lembrar que...
"ISSO TAMBÉM PASSA", e para quando estiver exaltado de alegria, que tenha moderação e possa encontrar o equilíbrio, pois "ISSO TAMBÉM PASSA",
Tudo na vida é passageiro assim como a própria vida, tanto as tristezas como também as alegrias, praticar a paciência e perseverar no bem e nas boas ações,
ter simplicidade, fé e pensamentos positivos, mesmo perante as mais difíceis situações é saber viver e fazer da nossa vida um constante aprendizado.
É ter a consciência de que todas as pessoas erram, de que o ser humano ainda é um ser imperfeito em busca de perfeição e por isso ainda sofre,
é saber que se muitas vezes nos decepcionamos com pessoas é porque esperamos mais do que elas estão preparadas para dar, dentro de seu contexto e grau de compreensão.
Deste modo, toda vez que olho para essa frase, meu coração se aquieta e a paz me invade, pois sei que...
"ISSO TAMBÉM PASSA".

GINÁSTICA ÓTIMA

Exercícios indicados para todas as idades.
GINÁSTICA DE RELAXAMENTO:
Entregue ao Pai todas as tuas cargas, preocupações e tristeza.
GINÁSTICA RESPIRATÓRIA:
Respire apenas a atmosfera de paz, amor e felicidade.
GINÁSTICA OCULAR:
Veja somente o bem em teus semelhantes.
GINÁSTICA AUDITIVA:
Escute a voz de DEUS.
GINÁSTICA PARA A MENTE:
Exercite exclusivamente idéias construtivas.
GINÁSTICA PARA A LÍNGUA:
Pronuncie apenas palavras edificantes e caridosas.
GINÁSTICA FACIAL:
Sorria, sorria o dia inteiro.
GINÁSTICA PARA AS PERNAS:
Ande sem temer pelos camimhos em que Deus te guiar.
GINÁSTICA PARA AS MÃOS:
Una-as diariamente para uma prece especial.
GINÁSTICA PARA O CORAÇÃO:
Irradie sentimento de amor.
GINÁSTICA PARA A ALMA:
Tenha todos os dias contato com DEUS.

Estes exercícios podem ser feitos por crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos.
Não tem contra-indicação para ninguém.
Pratique-os quantas vezes puder e a melhora será garantida.
Assim Seja!

" Lidia Silvestre "

AINDA TOMAREMOS UM CAFÉ JUNTOS

Um professor, diante de sua classe de FILOSOFIA,sem dizer uma só palavra, pegou um pote de vidro, grande e vazio, e começou a enchê-lo com BOLAS de GOLF. Em seguida, perguntou aos seus alunos se o frasco estava cheio e imediatamente todos disseram que sim.

O professor então pegou uma caixa de BOLAS de GUDE e esvaziou-as dentro do pote. As bolas de gude encheram todos os vazio entre as bolas de golf. O professor voltou a perguntar se o frasco estava cheio e voltou a ouvir de seus alunos que sim.

Em seguida, pegou uma caixa de AREIA e esvaziou-a dentro do pote. A areia preencheu os espaços vazios que ainda restavam e ele perguntou novamente aos alunos, que responderam que o pote agora estava cheio.

O professor pegou um COPO de CAFÉ (líquido) e o derramou sobre o pote, umedecendo a areia.

Os estudantes riam da situação, quando o professor falou:
" Quero que entendam que o POTE de VIDRO representa nossas vidas. As BOLAS de GOLF são os elementos mais importantes, como DEUS, a FAMÍLIA e os AMIGOS.

São as quais nossas vidas estariam cheias e repletas de felicidade.
As BOLAS de GUDE são as outras coisas que importam: o TRABALHO, a CASA bonita, o CARRO novo, etc...

A AREIA representa todas as pequenas coisas.
Mas se tivéssemos colocado a areia em primeiro lugar no frasco, não haveria espaço para as bolas de golf e para as de gude.

O mesmo ocorre em nossas vidas. Se gastarmos todo nosso tempo e energia com as pequenas coisas nunca teremos lugar para as coisas realmente importantes.
Preste atenção nas coisas que são primordiais para a sua felicidade.

Brinquem com seus filhos, saiam para se divertir com a família e com os amigos, dediquem um pouco de tempo a vocês mesmos, busquem a DEUS e creiam nELE, busquem o conhecimento, estudem, pratiquem seu esporte favorito.

Sempre haverá tempo para as outras coisas, mas ocupem-se das BOLAS de GOLF em primeiro lugar. O resto é apenas areia ".

Um aluno se levantou e perguntou o que representava o CAFÉ?

O professor respondeu: " que bom que fizestes esta pergunta, pois o café serve apenas para demonstrar que não importa quâo ocupada esteja nossa vida, sempre haverá lugar para tomar um café com um amigo".

PARA TODOS QUE VISITAREM MEU BLOG UM FORTE E GRANDE ABRAÇO E ATÉ NOSSO PRÓXIMO CAFÉ.

" Que DEUS, em sua infinita sabedoria, continue nos abençoando, todos os dias de nossa vida.

quinta-feira, 26 de junho de 2008